CEAPortlet

Centro de Educação Ambiental

Avarias

Avarias

gestprocessosonline.JPG

GestProcessos Online

 

Atendimento on-line

Balcão Virtual

Esposende foi distinguido como Município Mais Azul 2022 da região Norte, em reconhecimento pelo excelente desempenho nas atividades de Educação Ambiental desenvolvidas no âmbito do Programa Bandeira Azul, implementado pela Esposende Ambiente. O reconhecimento ocorreu no 8.º Seminário Bandeira Azul, que a Associação Bandeira Azul da Europa realizou, recentemente, em Torres Vedras.

Esposende recebeu também uma distinção pela implementação do Programa Nacional de Vigilância da Bandeira Azul, bem como o galardão Bandeira Azul relativo aos 20 anos consecutivos de Bandeira Azul na Praia de Apúlia.

Este evento destinou-se a fazer o balanço do Programa Bandeira Azul 2022 e a preparar a época balnear 2023, tendo contado com a participação de representantes das entidades que tutelam as zonas balneares, tais como a Agência Portuguesa do Ambiente e Capitanias, os municípios do continente e ilhas com praias costeiras e fluviais galardoadas e as empresas e organizações parceiras do programa.

A Coordenação Nacional da ABAE (Associação Bandeira Azul da Europa) e os promotores do programa deram também conta das ocorrências registadas, permitindo às várias entidades presentes delinear as estratégias e definir prioridades para o próximo ano. O programa incluiu, ainda, um conjunto de palestras dedicadas a temas ambientais que se encontram na ordem do dia, bem como ao tema da Bandeira Azul para 2023.

Esposende vê, deste modo, reconhecido o vasto e amplo trabalho que tem vindo a desenvolver no âmbito do Programa Bandeira Azul, nomeadamente pelas atividades realizadas pela empresa municipal Esposende Ambiente em contexto de praia e no Centro de Educação Ambiental, algumas das quais com a colaboração de parceiros como o Parque Natural do Litoral Norte.

Em 2023, ano em que se assinalará, pela primeira vez, o Dia Internacional da Geodiversidade, a 6 de outubro, a Bandeira Azul vai sair do seu meio natural e desafia os promotores a abandonarem também a sua zona de conforto e a colocar os pés em terra firme. Sem esquecer o mar e as ameaças à sua biodiversidade, pretende-se olhar para baixo e trabalhar sobre outro tipo de diversidade, a Geodiversidade das praias. “Sabes onde estendes a toalha” vai ser o mote para o desenvolvimento de atividades de educação ambiental na próxima época balnear.

O Programa Bandeira Azul Iniciou-se à escala europeia, em 1987, integrado no programa do Ano Europeu do Ambiente. Esta iniciativa da FEE (Fundação para a Educação Ambiental), com o apoio da Comissão Europeia, tem como objetivo elevar o grau de consciencialização dos cidadãos em geral, e dos decisores em particular, para a necessidade de se proteger o ambiente marinho e costeiro e incentivar a realização de ações conducentes à resolução dos problemas aí existentes.

O Município associa-se a estas ações tendo subjacente o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, nomeadamente no que se refere a Saúde e Bem-estar (ODS 3), Cidades e Comunidades Sustentáveis (ODS 11), Proteger a Vida Marinha (ODS 14), Proteger a Vida Terrestre (ODS 15) e Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade (ODS 17).

 

Atendimento
   
Leituras
Leituras
   
A sua opinião é importante
imagemPortlet copy.png
   
CEA em Blog
imagemPortlet
Desafios
dia a dia
Desafio dia a dia
   
Qualidade da água
   
Linha da Reciclagem
   
Faturação
Eletrónica
   
Praias
   
QUIZ da Água
   
SUMAKids
   
TransFORMAR
   
E-MOVE
   
Empreitadas
   
E|Ribeiras